terça-feira, 29 de novembro de 2016

Na Mesa de Natal Não Pode Faltar ...

Eu sei que tenho estado ausente, vocês não imaginam as saudades que sinto disto e a falta que este cantinho me faz...mas tive mesmo de fazer esta pausa e acho que vou ter de continuar por mais um tempo, mas é por um bom motivo, quando vos contar vão perceber! :)

Assim que conseguir volto a fazer as minhas partilhas regulares porque esta pausa não tem nada a ver com estar cansada ou a precisar de fazer uma pausa aqui do blogue, aliás estou cheia de saudades daqui!!

Mas hoje venho falar duma rubrica que me lembrei de organizar. Convidei alguns blogues a participarem comigo, aos quais desde já agradeço por terem aceite este desafio com tanta alegria. Agradeço também à Ana do blogue Recanto com Tempero pela ajuda que me deu  para que esta mesa estivesse tão bem recheada! Obrigada Ana!

Vamos assim ao longo destes dias e até ao Natal partilhar várias receitas que são importantes para nós e que não podem faltar na nossa mesa de Natal. Pode ser que vos inspire e que também vocês as partilhem com quem mais gostem.

Ao longo deste tempo poderão conhecer um pouco mais de quem está aqui a escrever para vocês. Juntos vamos conseguir também criar uma mesa repleta de bons sabores e de muito carinho para partilhar com vocês.

Como vai funcionar esta rubrica? Bom, como referi, vamos, cada blogue que participa, partilhar uma receita com vocês e mostrar assim um pouco de nós. No dia 23, vamos compilar as receitas, será também um miminho para vocês.

Aqui fica o calendário de participações para não perderem pitada! 


Terça 29 de Novembro: Ana ( A Casinha das Bolachas)
Quarta 30 de Novembro: Silvia ( As minhas perdições)
Sexta 2 de Dezembro: Joana ( As receitas da mãe galinha)
Segunda 5 de Dezembro: Cláudia (O prazer da Cozinha)
Terça 6 de Dezembro: Elisabete ( Cozinha sem Segredos – As Receitas)
Quarta 7 de Dezembro: Anabela (Uma pitada de Noz Moscada)
Sexta 9 de Dezembro: Inês ( O diário da Inês)
Segunda 12 de Dezembro: Telma (Cozinha para 3)
Terça 13 de Dezembro: Avelã ( Creme de Avelãs)
Quarta 14 de Dezembro: Mariana ( Receitas para a Felicidade)
Quinta 15 de Dezembro: Ana ( Cozinha da Anita)
Sexta 16 de Dezembro: Diana e David (Bolboretas no Baldullo)
Segunda 19  de Dezembro: Vanessa ( A Vida de Nessy)
Terça 20 de Dezembro: Sara ( No Conforto da Minha Cozinha)
Quarta 21 de Dezembro: Ana ( Recanto com Tempero)
Quinta 22 de Dezembro: Carla ( Cromas da Cozinha)

Sexta 23 de Dezembro: Todos ( fazemos uma publicação com a partilha de todas as receitas J ).

Hoje começo eu com a receita dos Sonhos da minha avó.




Aqui ficam as minhas respostas para que conheçam um pouco mais de mim.





  • ·         Quem está por de trás  deste blogue?
Sou a Ana Sofia, Ana para vocês, tenho 32 anos (quase quase 33). Costumo brincar dizendo que sou uma química aposentada, pois não tenciono voltar a trabalhar como tal! Sou casada e mãe de um menino com quase 4 anos. Tenho também um pequenote de 4 patas, o meu cãozinho. Fiquei em casa depois de ter nascido o meu filho e por cá permaneço e sou muito feliz assim. No entanto, a dada altura percebi que precisava de algo mais e esse algo passa, sem sombra de dúvidas, pela cozinha. É por aqui que passam os meus desafios, não falando naturalmente a nível pessoal, pois acredito que criar os nossos filhos, é o maior desafio duma vida.
  • ·         Quando surgiu o gosto pela culinária?
Em relação ao gosto pela culinária acho que nasceu comigo. A sério, desde que me lembro de mim, lembro-me sempre do fascínio pela cozinha, quer fosse pelo livro de receitas da minha mãe, quer fosse pelas papas de farinha que fazia para as minhas bonecas, ou pelas saladas de folhas de parreira que roubava do quintal do meu avô. Adoro estar na cozinha. Comecei de pequena a fazer coisas simples, se não me falha a memória ( mãe se estiveres a ler podes corrigir) penso que aos 8 anos já cozinhava comidas simples.
  • ·         Quando e como surgiu o blogue?


  
Como vos disse quando nasceu o meu filho fiquei em casa. A principio não foi por opção mas depois acabou por ser. E sou muito feliz assim, mas a dada altura precisei de algo mais, percebem? Mas não sonho com um emprego numa grande empresa, isso não me realiza. Comecei então a fazer algumas bolachas e granolas para amigos e criei a página no FB, A Casinha das Bolachas. Aos poucos dei por mim a partilhar receitas mais do que qualquer outra coisa, e percebi que é nessa partilha que me realizo. Acabei por criar o blogue como uma continuação natural desse processo. Apreender e partilhar é uma dinâmica fascinante. Conviver, ainda que virtualmente, com pessoas que falam a mesma língua que eu, que têm esta mesma paixão que eu, é incrível. Este meu, quer dizer, vosso espaço faz-me muito feliz. Adoro este espaço , tudo o que o envolve, tudo o que dou e tudo o que ele já me deu e me dá todos os dias.



  • ·         Gostas desta época do ano? Se sim do que mais gostas?
Gosto desta época sim. Mas o meu sentimento por esta época alterou-se nos últimos tempos. A vida , a dada altura, fez-me dar por mim, algumas vezes a correr quase em cima da véspera de Natal, para os centros comerciais para comprar prendas de Natal. Cansada, enervada ( porque detesto confusões), a correr de loja em loja para comprar prendas. Essa parte comercial eu não gosto. Passei a fazer as prendas que ofereço, podem ser um miminho, mas é feito a pensar na pessoa a quem se destina, com todo o carinho, e assim já me afasto das confusões que me afligem. Quero passar ao meu filho que o Natal é mais do que rasgar papel de embrulho, aliás isso é o de menos. Embora saiba que vai gostar de abrir presentes, é normal, é preciso perceber o valor das coisas, aqui acho que o muito se pode transformar em pouco se for vazio. Adoro as luzes de Natal e o cheiro que as lareiras deixam nesta altura. Embora viva na cidade consigo sentir esse cheiro. Na noite de 24 então, não há igual todo o ano. Sinceramente acho que o que mais gosto do Natal é mesmo esperar por ele!
  • ·         Existe algum ingrediente que te faça lembrar o Natal? Qual?
Acho que a laranja, a água ardente e a canela são aromas de Natal, para mim são!
  • ·         Costumas cozinhar no Natal?
Sim costumo cozinhar no Natal, os doces. Normalmente faço toda a parte doce!
  • ·         O que nunca pode faltar na tua mesa de Natal para além de muito amor?


Existem várias coisas que nunca podem faltar. O bacalhau e as couves, não faltam nunca! O Bolo Rei/ Rainha, os sonhos e o tronco de Natal são as bases a partir das quais vou acrescentando mais coisas e que podem variar de ano para ano!!

  • ·         Que receita vais partilhar e porque razão a escolheste?
 Vou partilhar a receita dos sonhos. É a receita da minha avó, não me lembro de nenhum Natal sem estes sonhos. Mesmo quando não se faziam os doces todos, os sonhos haviam sempre. Penso que desde há uns 4 ou 5 anos para cá sou eu que os faço, a minha avó já tem dificuldade em estar muito tempo de pé. Sigo sempre a receita que ela me deu. Acho que não ficam iguais aos dela, mas é esta a receita que ela sempre usou e que me deu e que hoje partilho com vocês.


Vamos então à receita!

Ingredientes:

150 mL de leite
100 mL de água
50 g de manteiga ou margarina
predinhas de sal
casca de limão
pau de canela (opcional)
5 ovos
150 g de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento ( ou usem farinha com fermento e já não é preciso mais fermento)

Eu adaptei a receita à Bimby pois costumo usar esta ajudante para fazer a massa, mas vou deixar também a versão tradicional, como aliás, a minha avó sempre fez!


Preparação (Bimby):

Pesamos a farinha. Juntamos o fermento e reservamos.


Colocamos no copo a água, o leite, a manteiga, o sal, a casca de limão e o pau de canela e programamos 7 minutos, 100 ºC, velocidade 1.



No fim do tempo retiramos o limão e o pau de canela e juntamos a farinha com o fermento. Programamos 15 segundos na velocidade 4. Retiramos a massa para uma taça e deixamos arrefecer cerca de 5 minutos.




Voltamos a colocar a massa no copo e programamos 1 minuto na velocidade 4 e vamos acrescentando pelo bocal os ovos, um a um.




Colocamos então o óleo a aquecer e vamos fritando colheradas de massa deixando escorrer um pouco num tabuleiro com papel de cozinha.

O óleo não pode estar muito quente, porque os sonhos precisam de fritar lentamente para se irem virando e abrindo para ficarem bem leves. Quando juntam a massa, o óleo tem de borbulhar mas moderadamente. Se estiver muito alto os sonhos queimam por fora e não crescem, se estiver muito frio ficam empapados em óleo.






Gosto de passar os sonhos por açúcar e canela.



Preparação ( Tradicional):

Leva-se o leite, a água, o sal, a manteiga, a casca de limão e o pau de canela ao lume, quando ferver retira-se o limão e a canela e junta-se a farinha e mexemos vigorosamente até a massa descolar do fundo do tacho.  Retiramos do lume e deixamos arrefecer.

Colocamos a massa  numa taça e vamos juntando os ovos um a um, mexendo bem entre cada adição.

Colocamos então o óleo a aquecer e vamos fritando colheradas de massa.

O óleo não pode estar muito quente, porque os sonhos precisam de fritar lentamente para se irem virando e abrindo para ficarem bem leves. Quando juntam a massa o óleo tem de borbulhar mas moderadamente. Se estiver muito alto os sonhos queimam por fora e não crescem, se estiver muito frio ficam empapados em óleo.

Gosto de passar os sonhos por açúcar e canela.





31 comentários:

  1. Foi das primeiras coisas que aprendi a fazer em criança, nos cursos de culinárias que disponibilizavam nas férias. Gosto muito de sonhos, e para mim também têm que ser passados por canela e açúcar. Excelente forma de inaugurar esta rubrica. Parabéns, adorei conhecer mais um pouco de ti. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Sabes, adoro receitas de família! São sempre as mais saborosas e as que têm mais significado! Gosto mais ainda quando passam de geração em geração e permanecem! Acho isso tão bonito! Acho muito importante preservarmos as nossas raízes e as nossas heranças! Quanto a não ficarem iguais, acho que é normal! Por mais que se siga a receita à risca, a mão tem um papel fundamental! Há receitas da minha mãe que faço da mesma forma e embora fiquem muito parecidas acho sempre que nunca ficam iguais! Daqui a uns anos, quando estes sonhos passarem para o teu filho ele vai dizer o mesmo, que ninguém os faz como a sua mãe! Parecem-me maravilhosos e por isso vou levar a receita! Sinto-me muito feliz por fazer parte desta rubrica! E estou ansiosa por ver todas as outras receitas! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Elisabete, pelas palavras e pela tua participação :)

      Eliminar
  3. Parabéns pela iniciativa tão gira, bem original e perfeita para a época...a partilha é tudo de bom! :D

    Gostei saber mais um pouco de ti, e adorooooo sonhos, vou levar já um! :P

    ResponderEliminar
  4. Esses sonhos ficaram maravilhosos!!! E a receita... essa vem do <3 , por isso não podia ser melhor ^_^
    Beijinho

    Blogue Recanto com Tempero

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E temos tanto em comum!!! Somos Ana's, temos quase a mesma idade, temos um filho também com quase da mesma idade e somos da mesma área "Química", eh eh eh, para não falar da nossa paixão pela cozinha ;)

      Eliminar
  5. Mais uma vez muitos parabéns pela iniciativa e é um prazer fazer parte dela. Adorei a receita, ainda mais sendo daquelas antigas e de certeza cheia de histórias para contar. Obrigada pela partilha,

    Beijinho!!

    ResponderEliminar
  6. Adoro receitas de família recheadas de amor, têm logo outro sabor! E este sonhos ficaram lindos! Já há no meu blog quem diga que ficou a "sonhar" com os teus sonhos :)
    Gostei muito das tuas respostas, vai na linha do que já imaginava de ti :)
    Beijinho e mais uma vês parabéns por esta iniciativa e obrigada por me incluíres nela!
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Joana! :) Fico muito contente por teres aceite. Beijinhos

      Eliminar
  7. Obrigada por partilhar esta receita de familia.Bom Natal.

    ResponderEliminar
  8. Tenho que te dar os parabéns pela ideia e agradecer por me incluíres! :) Quanto aos sonhos estão mesmo um sonho, e sendo uma receita de família inclui amor e ainda ficam melhores! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que agradeço a tua participação! Obrigada Inês!

      Eliminar
  9. Estava mesmo a precisar de uma receita de sonhos em que se "cozesse" a massa, pois segundo o que li, ficam fofos mais tempo...vou experimentar!
    Descobri-te porque hoje fiz "Bolachas de Natal" e ficaram terríveis...sou uma naba no que diz respeito a bolachas! Acho que "Casinha das bolachas" é explícito o suficiente para encontrar o que pretendo...boas recitas de bolachinhas! Para já, levo esta comigo! Espero que não te importes... ;)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  10. Que maravilha de sonhos! Tão fofos e a receita está muito bem explicada.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  11. Bela iniciativa é que optimo começo. Gostei bastante.
    Beijinhos!!!

    Bimby e Sabores da vida

    ResponderEliminar
  12. Antes de mais, parabéns pela iniciativa ... prevejo muitas receitas deliciosas nos próximos tempos :)
    Adorei conhecer-te um pouco mais e somos quase, quase da mesma idade;) Já os sonhos, palavras para quê, receita da avó só pode ser deliciosa e esta está muito bem explicadinha, não há como enganar.
    Beijinhos ...
    Blog: Guloso qb

    ResponderEliminar
  13. Adoro cozinhar e surpreender os convidados com novas receitas. Obrigada pela partilha. Vou continuar a seguir o seu blog . Até a minha filhota de 13 anos já tem o gosto por cozinha! O que é ótimo. Obrigada e bem bem haja.

    Bjs <3

    ResponderEliminar
  14. Adorei o desafio adoro conhcer-te melhor e sonhos...o q gostava quando a avo fazia...mas foi cedo demais para passar a receita ate descobrir...
    Adoro as partilhas e adoro partilhar.
    beijinhos e muito obrigado.

    ResponderEliminar
  15. Achei esta iniciativa muito gira vamos ter bons e bonitos bolos na nossa mesa de natal, começando por estes sonhos que são mesmo um sonho e têm mesmo que estar na mesa de natal.
    Beijinhos
    https://asreceitasdasisi.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Gostei muito de saber mais sobre ti! É giro saber que o blog te preencheu numa altura em que precisavas de desafios, realmente é uma ocupação desafiante e enriquecedora :)
    Adorei a receita de sonhos, tenho mesmo de fazer! Incrível como ficaram tão perfeitinhos :D

    ResponderEliminar
  17. Conhecer um pouco melhor é sempre bom!
    Quanto aos sonhos ... levo a sugestão!
    Nos petiscos da Gracinha ... há bolinhos de abóbora!
    Bj

    ResponderEliminar